Novo PCA da ARME aposta em equilíbrio na regulação, modernização e qualificação dos recursos humanos
Negocia
Negocia
14 junho 2022

Cidade da Praia, 13 Jun (Inforpress) – O equilíbrio na regulação, a modernização   tecnológica e legislativa, e a qualificação dos recursos humanos são as principais apostas do novo conselho de administração da Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME), cujos membros tomaram posse hoje na Praia.

Em declarações à imprensa, após a tomada de posse, presidida pelo vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, a nova presidente do conselho de administração (PCA) da ARME, Leonilde dos Santos, ressaltou, no entanto, que a intuição tem outros desafios.

“Queremos uma ARME aberta, que comunica com as entidades reguladas, que acompanha a evolução tecnológica nos diversos sectores, assim como a evolução legislativa, e por fim uma instituição que aposta nos seus recursos humanos”, precisou Leonilde dos Santos, que tem como administradores João Tomar e Carlos Ramos.

“Os desafios da regulação são enormes, por isso há que capacitar os técnicos de forma a cumprirem, efectivamente, com a missão da regulação, e combater igualmente a literacia digital”, acrescentou aquela responsável.

Questionada sobre os constantes aumentos dos preços e as suas implicações junto dos consumidores e operadores, a PCA esclareceu que a ARME tem cumprido com a lei, lembrando que neste momento a fixação dos preços está suspensa.

“Há uma equipa criada para o efeito e a ARME vai colaborar e informar aos consumidores”, disse Leonilde dos Santos, reforçando que esta também será a atitude com relação às pendências que a agência reguladora tem nos tribunais.

Por sua vez, o vice-primeiro-ministro, Olavo Correia disse que o Governo quer uma entidade reguladora “independente”, mas “alinhada” com o propósito da transição e diversificação da economia cabo-verdiana.

“Vamos criar as condições para que a ARME possa ser bem governada, de modo a que os aspectos bem conseguidos possam ser continuados e introduzir pequenos ajustamentos para que possamos melhorar ainda mais o desempenho desta instituição” apontou.

No entanto, disse esperar que esse novo conselho de administração possa estar à altura dos novos desafios e aos ajustamentos que o mercado vai tendo com a guerra na Ucrânia, “que tem o potencial de provocar uma crise energética, alimentar, económica e financeira”.

“Neste contexto, o desafio que se coloca à autoridade da regulação é maior, portanto estamos perante desafios complexos, urgentes e ingentes (…)  por isso apelo que esse novo conselho de administração esteja à altura desses desafios”, advertiu o também ministro das Finanças e do Fomento Empresarial e ministro da Economia Digital.

Para Olavo Correia, esses novos membros “são quadros experientes e capacitados e que dão garantia de poder fazer um trabalho “extraordinário” no reforço da regulação económica em Cabo Verde.

Licenciada em Direito, pós-graduada em Ciências Jurídico-Administrativas e mestranda em Direito Fiscal, Leonilde dos Santos substitui Isaías Barreto à frente da Agência Reguladora Multissectorial da Economia.

A ARME foi criada ao abrigo do Decreto-lei nº 50/2018, de 20 de Setembro e, enquanto autoridade administrativa e independente, desempenha a actividade administrativa de regulação técnica e económica dos sectores das comunicações, energia, água e transportes colectivos urbanos e interurbanos de passageiros.

A ARME exerce ainda a sua actividade de regulação nos aspectos do mercado da comunicação social que não devam ser consignados a outra autoridade administrativa independente.

Relativamente à natureza jurídica, a ARME é uma autoridade administrativa independente, de base institucional, dotada de funções reguladoras, incluindo a de regulamentação, supervisão e sancionamento de infracções.

 

Fonte da Notícia: 

Inforpress

OM/ZS

Novo PCA da ARME aposta em equilíbrio na regulação, modernização e qualificação dos recursos humanos | INFORPRESS

Inforpress

Você precisa fazer login ou registar para responder

Você precisa fazer login ou registar para comentar

Noticias Similares

E-Business Lab, da Uni-CV promove concurso de ideias de negócios digital

E-Business Lab, da Uni-CV promove concurso de ideias de negócios...

02 fevereiro 2024
Organização faz balanço muito positivo da segunda edição da feira de empreendedorismo ‘made in Cidade Velha’

Organização faz balanço muito positivo da segunda edição da feira...

22 janeiro 2024
Associação Business Angels de Cabo Verde ambiciona criar figura jurídica do “investidor anjo” no país

Associação Business Angels de Cabo Verde ambiciona criar figura...

19 janeiro 2024